Fala-me.

Colagem 3

Fala-me. Mas fala-me com (c) alma porque a palavra tem sobre mim absolutos poderes. Fala-me, mas fala-me com jeito porque o que disseres me vai direto ao coração. Sou racional não! Fala-me. Mas fala-me a verdade, nada mais que a verdade, porque sou do tipo que leva as pessoas a sério. Se ainda assim quiseres correr o risco de dizer-me alguma coisa, então fala-me.

*imagem capturada na Internet. Não tenho ideia de quem seja, mas achei linda.

A Terra Antiga é Tua

Masmorra

Fecha hoje a tua casa

O tempo te espera para iniciar a viagem

Não precisas levar nenhuma mala pesada

Leva pouca bagagem

Apenas uma troca de roupa já te basta

Viaja leve Não vais precisar de quase nada

Mas não esquece aquele livro do Pessoa

Só ele é fundamental

Será teu guia

Teu amigo

Companheiro inseparável

Percorre cada rua que a cidade te oferecer

Das mais estreitas ruelas

Até as mais amplas avenidas

Lê cada pedra do calçamento

Ouve as histórias que saem das paredes

É tudo verdade o que por elas é dito

Elas sempre estiveram lá

Viram tudo

Podem te contar

Não te preocupa com o dia da volta

Afinal tua alma já não pertence a este lugar

És mais de lá do que daqui

Então fica tranquila

Faz o teu caminho com poesia

Pois estarás em casa

A terra antiga é tua

 

O poema vem da boa lavra do Roney Prazeres

Ilha de Santa Catarina,

24/03/2017

Castelo de Queluz,. Morada da Maria Louca. Masmorra?

Foto minha.

Ser Ilhéu É Ser Embarcadiço

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Como relatar exatamente o que se passa na alma instigada pelos efeitos da insularidade? (…) Ao ilhéu o mar nunca passa indiferente, uma vez que lhe limita os horizontes, dá-lhe o sustento e alimenta a suas fantasias”.  Ser ilhéu é ser “embarcadiço“.

Salvi, Rejane.  Panorama Açoriano. Instituto  Cultural de Ponta Delgada. 1990.

Foto: Canoa Bordada. Fátima Barreto