Por via das dúvidas

O menino passou por mim, no corredor do shopping, protestando: _ Mas, mãe! Tu podes morrer hoje!  Voltei-me, surpresa, ainda a tempo de vê-lo de costas. Era uma coisa loira e pitôca, cinco anos, seis.

Saí rindo tentando imaginar o diálogo precedente. Imagino que ele quisesse algo e que a mãe tenha argumentado que lhe daria noutro dia, amanhã, talvez, como dizem as mães, costumeiramente. Para ela um prazo bastante razoável. Para ele, um prazo muito arriscado!

E se sua mãe morresse naquele dia? Morrem mães todos os dias. Melhor garantir!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s