Poeminha iletrado

Aqui vai meu coração,

Vai dobrado como a flô,

Vai dizê pro meu amô

Apará co’ essa bobiça

De ficá tão longe d’eu

E corrê aqui pra perto,

Porque isso não tá certo.

O amô não tem idade,

E eu não sei mais o que faço,

Pra espantá esta saudade.

 

Tristura

Todo dia fica triste

Se eu tô longe d’ocê

Ô meu Deus, vê se adevorve

O meu lindo bem querer.

Anúncios

Um comentário sobre “Poeminha iletrado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s