Exposição Virtual de Presépios Lapinhas [3]

Lapinha visão lateral Autoria: Osmarina e Paulo Vilalva

 Ao girar a lapinha, sua riqueza plástica se revela por inteiro: abrem-se diversas cenas, entre elas o presépio, como esse ambientado numa pequena gruta, onde estão seus personagens e as oferendas (louça de barro, copos-de-leite trazidos pelos visitadores). Aqui a Estrela Guia é representada por uma linda concha do mar.

O uso de conchas na confecção da lapinha é sua caractérística mais marcante e de onde deriva seu nome.  Lapinha é a concha de um molusco abundante no Arquipélago dos Açores; com ele se faz um singular presépio que se usa o ano inteiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s