Armadilhas da Prosódia

Depois do curso de Qualidade Total ela revolucionou a rotina do consultório. Começou pela reorganização dos arquivos e o descarte de tudo que não tinha mais serventia. Depois pintou as paredes, remodelou a decoração da sala de espera, fez assinatura de diversas revistas, empilhando-as com capricho na mesinha de centro. Dali em diante só revistas novas. Renovou os vasos de plantas, trocou as luminárias e as lâmpadas, informatizou o consultório e encomendou um uniforme elegante para a secretária. Repassou à moça todos os princípios do bom atendimento.

De hoje em diante, consulta no horário, ela disse, sem o tradicional atraso. Os pacientes estranharam. Mas gostaram. Tanto que passaram a comentar positivamente. Em seis meses o consultório tinha dobrado a clientela e a agenda estava sempre cheia. Agora, consulta só agendando com três meses de antecedência. Tudo nos trinques, tudo nos conformes. Isso até aquele dia.

Recomendada por um amigo, a moça de olhos verdes veio cheia de expectativa. E saiu da consulta com cara de satisfeita. – O seu retorno já está agendado para daqui a quinze dias. Mas, se os exames ficarem prontos antes, a senhora me liga que eu vejo se dá para antecipar a data, a secretária disse. Aí a moça ficou encantada!

Em cinco dias os exames estavam prontos. A secretária, prestimosa, conseguiu remanejar a agenda e encaixá-la dali a dois dias, num horário que fora cancelado. – Quinta-feira, trezitrinta!

trêsitrinta?

É!

Anúncios
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , by Norma Bruno. Bookmark the permalink.

About Norma Bruno

Vivo na Ilha de Santa Catarina desde que nasci. Sou de aquário, portanto já nasci aluada, mas contraditoriamente, não me dou bem com tecnologia e gosto mesmo é de coisa velha. Fiz muitas coisas, deixei para trás outras tantas, tenho muito por fazer. Coleciono cenas urbanas, rendas de bilro e revistas antigas. Escritora amadora em todos os sentidos, invento coisas, conto histórias. Livros publicados: - Prosa, quase Poesia - ou vice-verso - Tempo Editorial. 2015 - Cenas Urbanas e Outras Nem Tanto. Bernúncia Editora. 2012 - A Minha Aldeia Editora Papa-Livros. 2004. - Leia Crônicas da Desterro no site www.carosouvintes.org.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s