Cadêle a Minha Lancha?

Esta manhã acordei de um sonho “tranquilo”.

Eu estava passeando de lancha, a MINHA lancha, nas águas despoluídas das Baías Norte e Sul. Passei sob a ponte Hercílio Luz que estava totalmente restaurada.

Ao longe, avistei o casario preservado e árvores, muitas árvores. Eu era dez anos mais jovem, quinze centímetros mais alta, cinco quilos mais magra e ruiva natural. Pensei: Eita vidinha mais ou menas!

De repente, um congestionamento de lanchas, o povo xingando, a “mídia” entrevistando, os políticos prometendo vias exclusivas para lanchas coletivas. Inferno! Acordei com quase sessenta anos, baixinha, com sobrepeso e sem lancha. Vou sair pra comprar tinta pro cabelo, mas só vou mais tarde porque agora tem fila.

Anúncios

3 comentários sobre “Cadêle a Minha Lancha?

  1. Carla Schindler

    Cadêle mais gente como você? Moro na serra, gosto da ilha, gostei do que vem de você… Saúde para a netinha e muitos inventos… Quero o livro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s