Rabuda e Espaçosa

Da série O que vejo da janela do ônibus.
Da série O que vejo da janela do ônibus.

Entro no ônibus de corredor vazio e assentos lotados, à exceção de um lugar perto da catraca. Meio lugar, melhor dizendo, pois uma jovem quase deitada de lado, ocupa praticamente todo o espaço, a cabeça encostada na janela, a bunda levantada, tomando um refrigério.

Estivesse de saia curta seria autuada por atentado ao pudor. Estaquei a sua frente como quem diz. Ela levantou os olhos lentamente como quem diz: – Sério? Eu doida pra perguntar: – Taí zassada, nega? Mas, contendo minha bestialidade, que educação é isso, pedi, gentilmente: – Dá licença?

Anúncios

Um comentário sobre “Rabuda e Espaçosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s