A Minha Primeira Vez…

Eu tinha quatorze anos e nunca fora ao Centro sozinha. Sozinha é maneira de dizer, pois estava acompanhada de uma amiga minha. No ponto final, ali onde hoje fica a Casa do Povo, nos deparamos com um bando de homens de ternos escuros e um grande estandarte vermelho com a seguinte inscrição: TRADIÇÃO, FAMÍLIA E PROPRIEDADE (que diabos seria aquilo?).

 Minha amiga foi imediatamente abordada por um senhor de bigode que lhe pedia para assinar um documento. Ela se recusou. Eu, muito oferecida, me ofereci. Ele disse: – Só pode maior de quatorze anos. Respondi: – Mas eu tenho quatorze anos! Tenho a mesma idade dela! Nada feito. Era 1968 e hoje eu posso imaginar que tipo de abaixo-assinado era aquele.

Sempre fui a baixinha da turma, daí que comprovar a idade foi coisa corriqueira em minha vida.  Anos mais tarde, bem no início da onda do politicamente correto e dos direitos das minorias, cometi uma gafe. Estava na fila do banco, atrasadíssima, quando, logo na minha vez – por que é sempre na “vez” da gente? – uma mulher morena se postou em minha frente, assim, sem a menor cerimônia. Eu não segurei a indignação: – Senhora, o final da fila é lá atrás! Ela, cheia de si, respondeu: – A prioridade é dos idosos! Eu, indignada: – Mas a senhora não tem sessenta anos! (Sério: aquela mulher não tinha sessenta anos!). Ela vasculhou a bolsa… Já me arrependi. – Não precisa. Se a senhora diz eu acredito.Faço questão, ela disse, praticamente esfregando o documento na minha cara. Ainda tentei fazer graça: – Tome isso como um elogio, senhora! Depois eu quero o nome do seu creme de beleza! A mulher me lançou um olhar fulminante enquanto o caixa gritava: – Próximo!

Há uma semana acabo de entrar na tal “Terceira Idade”. Ainda estou sob o impacto da constatação. Sessenta anos… Mas já?! Como em todas as idades, ficar velha tem lá suas delícias: o João Antônio, por exemplo! Coisa boa é ser avó! Mas assusta pensar que, se Deus Nosso Senhor Todo Poderoso, Querido e Muito Amado ajudar, tenho, na melhor das hipóteses, mais  trinta anos de vida pela frente. Tantos planos, tantos projetos. Não vai dar. Vamos ter que negociar…

Um dia após meu aniversário a ficha caiu. A partir de agora eu “pago meia”! Putz! Fiquei tão empolgada que resolvi ir ao cinema. Me enfeitei toda tentando não parecer “ idosa”, e fui bem faceira pro shopping. No guichê o moço: – Meia ou inteira, senhora? Eu, toda exibida, carteira de identidade em punho: – Meia, por favor!

A-do-rei pagar a metade do preço. Não gostei que o moço não me exigisse a identidade, aquele grosso! Por desaforo, no dia seguinte furei a fila do banco. Ninguém reclamou!

DSC04294

P.S: Só mais uma coisinha: “Melhor idade” é o cacete!

Anúncios
This entry was posted in Uncategorized and tagged , , by Norma Bruno. Bookmark the permalink.

About Norma Bruno

Vivo na Ilha de Santa Catarina desde que nasci. Sou de aquário, portanto já nasci aluada, mas contraditoriamente, não me dou bem com tecnologia e gosto mesmo é de coisa velha. Fiz muitas coisas, deixei para trás outras tantas, tenho muito por fazer. Coleciono cenas urbanas, rendas de bilro e revistas antigas. Escritora amadora em todos os sentidos, invento coisas, conto histórias. Livros publicados: - Prosa, quase Poesia - ou vice-verso - Tempo Editorial. 2015 - Cenas Urbanas e Outras Nem Tanto. Bernúncia Editora. 2012 - A Minha Aldeia Editora Papa-Livros. 2004. - Leia Crônicas da Desterro no site www.carosouvintes.org.br

2 thoughts on “A Minha Primeira Vez…

  1. Ô, menina, adoro quando me pedem a identidade para provar que tenho mais de sessenta. Até agradeço, pois significa que acham que eu tenho menos. E você aparenta muito menos do que a idade de pagar meia no cinema. Beijo pra você.

    • Agradeço a gentileza, Amorim. Na verdade, agora já acostumei. Mas, se um dia alguém me pedir a carteira eu respondo: – Vô te dá dois bejo! Rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s