Feliz 2015!

2015 não foi fácil! 2015 marcou a volta da carestia e da inflação, a confirmação da corrupção endêmica no Brasil, no futebol, dos atentados terroristas, dos desastres naturais e, sobretudo, dos desastres criminosos motivados pela omissão, a irresponsabilidade e o descaso com as vidas e as histórias das pessoas, das muitas, muitas guerras, da violência em todas as suas manifestações e do desamor.

A mediocridade, a estupidez  e a vulgaridade “pegando geral”, o perverso jogo do consumismo insano e frenético, as relações rasas e descartáveis confirmaram-se como opção – falso antídoto – ao risco de algumas lágrimas que o envolvimento  profundo e consciente sempre traz.

A cena antológica, bíblica, do Êxodo – o maior em tempos midiáticos -,  esfregou em nossas caras atônitas a imagem do Menino Afogado e de centenas de estranhíssimos peixes de formas humanas.  Mortes, mortes, muitas mortes. 2015 não foi nada fácil!

Tirando tudo isso, e em termos pessoais, no entretanto, 2015 foi um ano excepcionalmente bom! Excelente! Um ano maravilhoso! Ano de descobertas, de entrega às possibilidades, de experimentação, de inovação. Ano de literalmente “Sair da Caixa” (apesar da chuva persistente, constante, força de água durante sessenta dias consecutivos).

DSC05067.JPG

Tempo de olhar para a própria trajetória com “olhos de ver”, ano de tentar compreender as motivações das pessoas e as minhas, de perdoar, de me perdoar, ano de reconhecer além da Sombra – minha velha conhecida -, a minha Luz, ano de reconhecer potencialidades,  e de, com alegria, experimentar novas configurações de mim mesma.

Tempo de ver o último filho sair de casa, de passar um  final de semana esquisito, estranhando o vazio do Ninho, e de, já na segunda-feira, sair a pintar parede de verde, espalhar quadros e flores pela casa e achar morar sozinha simplesmente o máximo!

2015 foi ano de mudar o que dá pra mudar  e  também de dar de cara com a chapante realidade e perceber que, não obstante a passagem do tempo, não obstantes a firme decisão, as intenções sinceras e os esforços,  há coisas que simplesmente não estão sob nosso controle; que,  ao contrário do que apregoam os gurus e alguns livros, nem tudo depende de Vontade e Determinação. E, apesar disso e por isso mesmo, confirmar as escolhas e seguir em frente sem nada fazer para alterar o rumo da Vida. Aceitar, agradecer a inspiração e seguir. Admitir, agradecer e aceitar. Ô coisa difícil! Ô coisa desafiadora! Ô coisa virtuosa!

Obrigada, Vida, por 2015! Um ano tipo: Minha vida. Antes e Depois.

  • Foto: A foto é minha, o graffiti é anônimo, o muro fica aqui, nas redondezas do mundo.
Anúncios

2 comentários sobre “Feliz 2015!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s