O Incriado

Édouard-boubat 1

… Eu sou o Incriado de Deus, o que não pode fugir à carne e à memória

Eu sou como o velho barco longe do mar, cheio de lamentações no vazio do bojo

No meu ser todas as agitações se anulam – nada permanece para a vida

Só eu permaneço parado dentro do tempo passando, passando, passando…

 Excerto do poema de Vinícius de Moraes

Foto: Édouard Boubat

Anúncios

2 comentários sobre “O Incriado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s