Era Uma Vez

Era uma vez uma Formiga que, ao envelhecer, descobriu que era Cigarra.

– Agora é cantar até o fim dos meus dias.

cigarra

Do livro Prosa Quase Poesia ou vice-versa. Tempo Editorial. 2015.

*Imagem capturada na Internet sem identificação do autor

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s